sábado, 17 de setembro de 2011

Sentimentos

Não sei definir o que sinto no momento,

É tanta coisa que afligi meu peito,

Assim, de todos os jeitos...

Certas coisas me deixam confusa,

Certos acontecimentos fazem-me pairar no ar,

É algo diferente e que não sei explicar...

Sinto medo, como um segredo,

Sinto tristeza, como uma gota em um tempo,

Sinto a felicidade tentando transparecer em meio à tantos acontecimentos.

É difícil dizer o que me habita por dentro,

As lágrimas, em minha face, limpam minha alma,

Fazem de meus pensamentos um tormento,

Viajando pela escuridão do tempo...

Quero poder sorrir,

Entregar-me às decisões e me divertir,

Perante meu destino,

Fazendo da felicidade, cada momento da minha vida...

Sei que sou feliz,

Sei que a felicidade e o amor habitam dentro de mim,

Mas quero poder desfrutá-los, da melhor forma,

Sentindo-os verdadeiramente,

Percorrendo eternamente, por minha alma!

Nenhum comentário: