domingo, 18 de setembro de 2011

Viver..

É tão superficial,

É tão estranho,

Não sei dizer, é sempre algo irreal,
Mas que torna o real, instantâneo...

Tudo que se via está voltando,

Como no passado se vivia,

Está assim retornando...

Dói no peito,

As feridas causadas,

Dói dei um jeito,

Que machuca a alma...
Não quero isso pra sempre,

Não prevejo isso pro fim,

Quero viver mais intensamente,

Meus desejos, afim de que se tornem assim,

Intensos, e diferentes,

Como nos sonhos, transformando-os no meu presente,

De mais um dia que chega,

De uma noite que se vai...

Mas de mais uma luz que se vê,

Perante toda essa beleza,

Que a vida nos presenteia...

Quero poder voar nos meus sonhos,

Sem tirar o pé dos meus desafios,

Viver a luta de cada dia,

Pensando cada vez mais positivo...

Quero crescer nas derrotas,

E vibrar intensamente nas vitórias,

Desejando o bem,

Impedindo o mal,

E fazer de tudo isso,

A minha vida...  

E que seja assim,

Até um dia, até no fim...

Nenhum comentário: