quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Amanhecer


Senti o vento soprar meus ouvidos,
A brisa suave roçar meus cabelos,
Os grãos da areia a penetrar minha pele,
E a imensidão do amor,
Esquentar o meu corpo, com todo o calor,
Sentindo assim, a vida, alegre...
Meus olhos miravam radiantes,
Aquele horizonte fascinante,
Por entre as águas onduladas e salgadas,
Nascia o maior e brilhante,
O sol, com suas espadas,
Iluminando cada fio de água,
Venerando assim, meus sentimentos,
Fazendo de mais um dia,
Mais versos e mais palavras,
A serem contemplados e admirados,
Por mais esta cortesia,
Momentos e segredos,
Revelados em uma pequena poesia...

Nenhum comentário: