segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Beleza da noite


Sinto o perfume de flores,
Sinto o cheiro das cores,
Prevejo a natureza,
Contemplada nos amores...
Verde, amarelo, azul, vermelho,
Rosa, violeta, até o preto,
Maravilhas que se misturam,
Formando o mais perfeito contentamento...
A vida é assim,
Cheia de cores e argumentos,
Tomam conta de minha mente,
Transformando uma miscigenação de pensamentos...
Cores nascem dentro do corpo,
Reluzem pelos lados, ao todo,
Refletindo em nós mesmos, a vida,
Demonstrando todo seu brilho,
Mas também o lado fosco...
Sentir as cores brilhantes,
Vê-las com um sorriso, exuberante,
Mas enxergar as cores escuras,
E nelas perceber a vida,
Que não se faz oculta,
Apenas um pouco mais escura,
Mas jamais triste, muito menos distante,
Apenas com um brilho intenso, por estar ao longe,
Assim como as estrelas, destacando-se no horizonte,
Mostrando a todos, que também são cores,
Que mesmo ofuscas, tornam-se lindas e exuberantes,
Perante um céu escuro, mas delirante,
Fazendo toda essa natureza,
A mais incrível, a mais penetrante!

terça-feira, 14 de agosto de 2012

O que te defines, amor?


Sentimento puro, sem fim,
Uma pureza que me faz sorrir...
Quão belo é te ter dentro de mim,
Meu lindo amor, que me faz assim,
Tão bem, a ponto de querer fugir,
Para um lugar bem longe daqui,
Um lugar infinito, onde haja só sentimentos bons,
Onde haja lugar para sermos felizes,
Onde a felicidade habite, sem limite,
Onde os sorrisos desfrutem da beleza interior,
De cada um que nesse lugar, ficou,
Vivendo somente da palavra amor...
Quero, nesse lugar, estar,
Onde só possa existir, o eu e o você,
Juntos, com o amo, para poder sempre escrever, e com todas as letras, te dizer...
Eu amo você!