domingo, 29 de julho de 2012

Mulher Benemérita

Mulher de fé,
Jamais traduzirão,
O que realmente és...
Parabéns por mais uma conquista,
Parabéns por mais um título em vida,
Merecedora de tudo o que há de melhor,
Orgulho de nossas vidas!
Obrigada por ser este exemplo,
De esposa, doutora,
De mulher, de mãe,
De filha, irmã, amiga,
Em todos os termos,
Sempre amada e querida...
Honra é tê-la como genitora,
Agradecemos por conceder-nos a vida,
Especialmente por todo amor divino,
Que se faz recíproco, nossa amável menina...
Parabenizamos por todos os seus dias,
De honra, de alegria,
Que venham novas medalhas,
Nessa incrível batalha,
Que diante dos seus pés,
Transforma-se em flores e carinhos...
Que você continue nos florindo,
Exalando seu perfume, incrível,
E por todos os lados,
Deixando suas marcas,
Com suas cores e brilhos...
Assim, nomeando eternamente,
Um anjo, amoré,
Dayse Aparecida Papassoni.

Livia Papassoni dos Santos

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Amizade


Amizade...
Com apenas sete letras,
Mas um conteúdo puro e inigualável...
É estar ao lado por pensamento,
É compartilhar emoções do tempo,
É brincar, rir, chorar, desabafar,
É cantar, abraçar, pular, emocionar...
Ser amigo é amar e ser amado,
Ter um ou mais amigos é a dádiva de ser apaixonado,
Pela vida, pela paz e pela felicidade,
Pelos sentimentos de lealdade...
Amigos são anjos,
Aqueles de apenas uma asa,
Para que se possam voar juntos,
Necessitam de abraços...
Amizade são mãos postas,
Permitindo a vida em prosas,
Pois amigo é como poesia,
É o um dom de viver, a vida!
Agradecer pela amizade,
É o mínimo, na realidade,
Pois se acredito no viver, na perseverança,
É porque tenho-te como luz, eterna esperança!

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Pensamentos


Pelo silencio da noite,
Sinto a harmonia dos pensamentos,
Perante um coração, cheio de sentimentos,
Vejo assim, a vida, contemplada em cores e argumentos,
Irradiada por luzes e contentamentos,
De almas que circulam, sem ressentimentos,
Apenas, a fim de encontrar,
O brilho que as espera, em algum lugar,
E que lhes dá como presente,
A vida, que a cada dia irradia,
Toda sua beleza, perante a natureza,
Com simples cores calmas,
Surgindo no passar das horas,
E que no decorrer do tempo,
Veneram o arder do calor,
Que esquenta, como um verdadeiro amor,
Queima, como ardente lenha,
Sobre a pele, sem respeitar a dor,
Mas respeitando o momento vivido,
Mostrando assim, mais um dia amigo...
Por entre a calma,
Observo o adoecer do dia,
Contemplo a vinda da outra alegria,
Da lua e suas estrelas,
Dando o show da noite, da mais pura beleza,
Iluminando os rumores que choraria o dia,
Mostrando que o preto também tem cores,
Mas principalmente,
Que a escuridão é envelhecer alegre de todos os dias...